• Judivan Gomes

ALPB lamenta morte do ex-senador Ivandro Cunha Lima

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, em nome de todos os parlamentares e servidores da Casa de Epitácio Pessoa, vem a público lamentar o falecimento do ex-senador Ivandro Cunha Lima.

Ivandro tinha 93 anos e faleceu em casa, na companhia de sua família. “A Paraíba perdeu um grande homem público, que sempre lutou por uma Paraíba melhor e nunca colocou interesses pessoais acima dos interesses coletivos. Fica aqui o meu voto de pesar a toda a família do ex-senador e que Deus possa confortar o coração de todos”, frisou o presidente Adriano Galdino.

Ainda não há informações sobre o velório e enterro de Ivandro Cunha Lima.

Perfil

Ivandro Moura Cunha Lima nasceu em Guarabira. É irmão do ex-governador Ronaldo Cunha Lima e tio do também ex-governador Cássio Cunha Lima, além de avô do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima.

Formou-se em Direito na pela Faculdade de Direito do Recife em 1955. Atuou como advogado, tabelião e agropecuarista.

Ivandro começou na política ainda no movimento estudantil. Foi presidente do Centro Estudantil Campinense e em 1974 foi eleito suplente de senador. Assumiu a vaga três anos depois, após a morte do então senador Rui Carneiro, ficando no cargo até 1983.

Foi ainda eleito deputado federal por duas legislaturas (1991-1995) e (1995-1999). Também ocupou os cargos de presidente da CELB, em Campina Grande (1983-1985), coordenador de Planejamento da Prefeitura Municipal de Campina Grande (1984-1985) e Diretor do BNDES (1985-1988).

Ivandro também ocupou o cargo de secretário-Chefe da Casa Civil do Governo do Estado entre 1991-1992 e de 2002 à 2005. Foi ainda eleito em 2010 2º suplente de senador na candidatura de Cássio Cunha Lima.


156 visualizações0 comentário