top of page
  • Foto do escritorJudivan Gomes

TJ-PB intervém na Federação Paraibana de Tênis e decide nomear gestores provisórios para a entidade

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB) decide pela intervenção na Federação Paraibana de Tênis (FPBT). O relator do processo, desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, da 4ª Vara Cível da Capital, acatou Agravo de Instrumento interposto pelo Clube Campestre de Campina Grande que enumerou problemas administrativos pelos quais a entidade vem passando nos últimos meses.

Em sua decisão, o magistrado resolveu nomear o Esporte Clube Cabo Branco, a Associação do Banco do Brasil e o Botafogo Futebol Clube para gerenciar provisoriamente, até que o corra uma nova eleição para a composição da nova diretoria, a Federação Paraibana de Tênis.

As administrações provisórias, nomeadas por força judicial, afirmam que vão seguir todas as normas legais, obedecendo o Estatuto da FPBT, para organizar e promover o processo eleitoral.

Os Advogados do Clube Campestre, Dr. João Luiz Sobral e Dr. Henrique Souto Maior, alegaram a antiga gestão abandonou as questões administrativa da Federação Paraibana de Tênis, não cumpriu com os deveres estatutários e obrigações legais, não fez a convocação de assembleia geral ordinária para apreciar, entre outras questões, a prestação de contas financeiras e de atividades esportivas; além de ter faltado com transparência e publicidade dos atos de gestão, além de não ter publicado Edital para convocação de eleição.


6 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page