• Judivan Gomes

Vídeo: Sem máscara, deputado bolsonarista desacata agente do IML: "militante petista"

Após ouvir pedido para que utilizasse equipamento de proteção facial, Daniel Silveira disse que "conhece lei" e que servidora plantonista "não estava falando com vagabundo"

Na madrugada desta quarta-feira (17), momentos após ter sido preso por agentes da Polícia Federal que cumpriam mandado expedido pelo ministro Alexandre de Moraes , o deputado federal Daniel Silveira esteve no IML para realizar exame de corpo de delito antes de ser encaminhado à prisão. No local, ao ouvir solicitação para que fizesse uso da máscara facial, ele discutou e desacatou uma servidora plantonista, afirmando que ela era "militante petista" e estava querendo "fazer espetáculo".

O vídeo, com pouco mais de três minutos, foi compartilhado na página oficial de Silveira . É possível notar que desde sua chegada ao local, a servidora solicita que ele utilize a máscara e chega inclusive a pedir que ele não fale com ela enquanto não estiver com a proteção no rosto.


Na madrugada desta quarta-feira (17), momentos após ter sido preso por agentes da Polícia Federal que cumpriam mandado expedido pelo ministro Alexandre de Moraes , o deputado federal Daniel Silveira esteve no IML para realizar exame de corpo de delito antes de ser encaminhado à prisão. No local, ao ouvir solicitação para que fizesse uso da máscara facial, ele discutou e desacatou uma servidora plantonista, afirmando que ela era "militante petista" e estava querendo "fazer espetáculo". O vídeo, com pouco mais de três minutos, foi compartilhado na página oficial de Silveira . É possível notar que desde sua chegada ao local, a servidora solicita que ele utilize a máscara e chega inclusive a pedir que ele não fale com ela enquanto não estiver com a proteção no rosto. Entretanto, o deputado mantém seu posicionamento contrário ao uso e chega a dizer que tem dispensa de uso por recomendação médica, assim como fez recentemente em um voo. Na ocasião, agentes da PF foram chamados para lidar com a situação e retirá-lo da aeronave . "Não existe dispensa?", questiona Silveira. "A lei federal eu rasgo então? A senhora não manda em mim, não". Após receber o equipamento de um agente da PF, que pede que ele colabore, o deputado continua a discutir com a servidora: "acha que está tratando com vagabundo? Pior coisa é militante petista . Militante petista é um c***. Reconhece e fala 'agora vou fazer meu espetáculo'. Não está lidando com vagabundo, não".

Na sequência, ele levanta a voz ao ouvir novo pedido dela: "e se eu não quiser botar? Se a senhora falar mais uma vez eu não boto. Vou fazer pelo doutor aqui. Se falar mais uma vez, eu tiro essa p*** aqui. Eu também sou polícia. E aí? Eu sou deputado federal . E aí? Acha que eu não conheço a p*** da lei?".

Por fim, o vídeo acaba com Daniel Silveira colocando a máscara no rosto e se encaminhando para uma sala dentro do prédio a pedido do agente da PF que o acompanha, encerrando assim a discussão com a funcionária plantonista.

IG




21 visualizações0 comentário