top of page
  • Foto do escritorJudivan Gomes

Rosa Weber diz que STF não se deixará intimidar por atos criminosos e atuará contra 'terroristas'

Presidente do Supremo Tribunal Federal afirmou também que patrimônio histórico dos brasileiros e da humanidade, foi severamente destruído por criminosos, vândalos e antidemocratas.




A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, afirmou em nota divulgada neste domingo (8) que a Corte "não se deixará intimidar por atos criminosos" e de "delinquentes" contrários ao estado democrático de direito.

"O STF atuará para que os terroristas que participaram desses atos sejam devidamente julgados e exemplarmente punidos", afirmou a ministra. Bolsonaristas invadiram o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) e depredaram os prédios. A presidente do STF também informou que manteve contato com as autoridades de segurança pública, do Ministério da Justiça e do governo do Distrito Federal. E que os agentes do STF garantiram a segurança dos ministros da Corte, "que acompanharam os episódios com imensa preocupação".


Veja a íntegra da nota a seguir: "O edifício-sede do Supremo Tribunal Federal, patrimônio histórico dos brasileiros e da humanidade, foi severamente destruído por criminosos, vândalos e antidemocratas. Lamentavelmente, o mesmo ocorreu no Congresso Nacional e no Palácio do Planalto. As sedes dos três poderes foram vilipendiadas. O Brasil viveu neste domingo - 8 de janeiro de 2023 - uma página triste e lamentável de sua história, fruto do inconformismo de quem se recusa a aceitar a democracia. Desde que o ato foi anunciado, mantive contato com as autoridades de segurança pública, do Ministério da Justiça e do Governo do Distrito Federal. Os agentes do STF garantiram a segurança dos ministros da Corte, que acompanharam os episódios com imensa preocupação. O STF atuará para que os terroristas que participaram desses atos sejam devidamente julgados e exemplarmente punidos. O prédio histórico será reconstruído."


G1




0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page