top of page
  • Foto do escritorJudivan Gomes

Prefeito lança programa de capacitação profissional para moradoras do Complexo Beira Rio

Ele assinou ordem de serviço para mais 641 apartamentos.





O prefeito Cícero Lucena e o vice-prefeito Leo Bezerra assinaram, na manhã desta quarta-feira (24), o Projeto Cidadã, que vai capacitar e contratar as mulheres da região para trabalhar nos serviços de acabamento dos apartamentos dos quais serão beneficiárias nas oito comunidades que formam o Complexo Beira Rio (CBR). Na ocasião, o prefeito assinou a ordem de serviço para construção das 2ª e 3ª etapas do conjunto habitacional do Programa João Pessoa Sustentável, com 641 apartamentos destinados exclusivamente para famílias de áreas de risco da região. O evento aconteceu no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), no bairro das Trincheiras.

“Esta ação vai trazer paz e tranquilidade garantindo a casa própria para as famílias que viviam às margens do Rio Jaguaribe. A novidade é que também traz emprego e renda, pois vamos profissionalizar estes moradores e permitir que sejam contratados para construir seu lar, principalmente mulheres, uma ideia que vai ser ampliada nas próximas obras da gestão”, afirmou Cícero Lucena.


O programa de qualificação profissional para mulheres será realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Serão oferecidas 400 vagas prioritárias para moradoras do Complexo Beira Rio, em seis cursos distintos. Essas mulheres vão trabalhar na construção dos conjuntos habitacionais. Ao todo, para os dois conjuntos serão gerados de forma direta cerca de 700 oportunidades de emprego, com prioridade de contratação para as famílias que moram nas comunidades do Complexo Beira Rio.


O vice-presidente executivo da Região Sindical João Pessoa da Fiep, José William Montenegro, representou o presidente da instituição, Buega Gadelha. “O Sistema Indústria vai garantir toda a qualificação profissional tanto teórica quanto prática. O Senai tem expertise grande nessa área e vai disponibilizar suas instalações, assim como irá até os canteiros de obras ministrar aulas no local. O intuito é formar o máximo de pessoas e incluir essas mulheres, que serão multiplicadoras desse processo no futuro”, afirmou.


Todos as unidades do térreo serão acessíveis e pensadas para pessoas com deficiência e idosos. Os apartamentos foram projetados considerando as questões de ventilação para um maior conforto para os moradores e há unidades que poderão ser alteradas internamente, criando mais um cômodo a partir da necessidade da família. Os conjuntos serão entregues com toda a infraestrutura adequada.


As obras terão custo total de R$ 99.433.630,58, e prazo previsto de execução em 24 meses. Os conjuntos contarão com áreas comuns entre os blocos, quatro salas de reunião e 13 espaços para atividades comerciais com 1 banheiro cada. Esses espaços podem ser subdivididos em até seis cada, podendo gerar 78 áreas para atividades comerciais.


“Com esta obra vamos encerrar os três condomínios, somando 747 unidades. Este condomínio traz questões importantes como a proximidade da área onde as famílias viviam, o fato de os apartamentos serem voltados para a área do futuro parque que vai margear o Rio”, o fato de ser modular e permitir que a planta interna seja mudada", explicou o coordenador da Unidade Gestora do Programa João Pessoa Sustentável, Antônio Eliseu.


Conjunto Habitacional 2ª Etapa – O condomínio possuirá 305 unidades habitacionais, sendo 47 com três quartos (59m²); 189 com dois quartos (48m²) e 69 com um quarto (32m²). Essa distribuição foi feita levando em consideração o diagnóstico socioeconômico realizado pela equipe do Plano de Desenvolvimento Comunitário (PDC). A área construída será de 23.785m².


O conjunto contará ainda com uma área verde de 5.581m², terá 10 blocos e será atendido por um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), um Centro de Referência de Assistência Social (Cras), um Centro de Referência da Cidadania (CRC), Cozinha Comunitária, auditório, um Centro Comunitário e área para galpão de catadores.


Conjunto Habitacional 3ª Etapa – O condomínio possuirá 336 unidades habitacionais, sendo 45 com três quartos (59m²); 194 com dois quartos (48m²); e 97 de um quarto (32m²). A área construída será de 24.802m² mais uma área verde de 8.373m². O conjunto terá 14 blocos, um Centro de Referência da Juventude (CRJ) e uma área para concessão comercial.


Primeira etapa – Em 1º de maio, o prefeito assinou ordem de serviço para construção das primeiras unidades habitacionais do Complexo Beira Rio, que contaram com 106 apartamentos em três blocos e uma área total construída de 7.283,34m² mais uma área verde de 1.380 m².


O Programa – O ‘João Pessoa Sustentável’ tem como objetivo principal a promoção da sustentabilidade urbana da Capital por meio da melhoria urbana, econômica e de gestão municipal. A redução do déficit habitacional e das carências de infraestrutura estão entre seus objetivos específicos. O João Pessoa Sustentável está orçado em 156 milhões de dólares, dos quais 100 milhões de dólares são financiados pelo BID e o restante entra como contrapartida da Prefeitura de João Pessoa.

1 visualização0 comentário

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page