• Judivan Gomes

Parlamentar comemora eficiência no fluxo para emissão de carteira da pessoa com fibromialgia



Sensível às dificuldades enfrentadas pelos portadores da fibromialgia no enfrentamento diário dos sintomas dessa síndrome, o vereador de João Pessoa, Tarcísio Jardim comemorou a eficiência da atual gestão na organização do fluxo para a emissão de carteira da pessoa com fibromialgia, atendendo à lei municipal que protege os direitos dos cidadãos acometidos por esta síndrome.

“Nosso mandato recebeu diversos pleitos sobre a fibromialgia. Só quem sofre com essa síndrome sabe a importância dessa lei que representa uma conquista muito grande na luta contra os efeitos da fibromialgia. É de conhecimento de todos que são dores muitos fortes em todo o corpo que na maioria das vezes é desencadeada por esforços físicos pequenos como ficar em pé numa fila, por exemplo. Por isso é importante que os estabelecimentos entendam a necessidade de se adequarem à lei em detrimento do bem estar dessas pessoas. Nosso intuito é garantir que a lei seja respeitada e o direito garantido”, pontuou Jardim.


A Lei Ordinária 13.991/2020 institui a Política Municipal de Proteção aos Direitos da Pessoa com Fibromialgia no município de João Pessoa, com diretrizes como atendimento multidisciplinar, participação da comunidade na formulação de políticas públicas voltadas para este grupo, disseminação de informações relativas ao tema, incentivo à formação e capacitação de profissionais especializados na assistência a este público e atendimento preferencial às pessoas com fibromialgia nos órgãos municipais, empresas privadas e comerciais.

De acordo com a prefeitura, as pessoas com fibromialgia, em João Pessoa, podem ser atendidas no Centro de Reabilitação e Tratamento da Dor (Cendor). O serviço é referência em reabilitação e tratamento da dor nas pessoas acometidas por síndromes dolorosas crônicas. São oferecidos atendimentos médicos nas especialidades de medicina da dor, reumatologia, neurologia, psiquiatria e dermatologia.


111 visualizações0 comentário