• Judivan Gomes

Pagamento antecipado do 13º e da folha de junho aquece vendas no comércio de Pedras de Fogo

Pagamento injetou de uma só vez quase R$ 6 milhões da economia da cidade

A Prefeitura de Pedras Fogo concluiu, nesta quarta-feira (23), o pagamento antecipado da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos municipais e da folha do mês de junho, injetando de uma só vez quase R$ 6 milhões da economia da cidade.

O pagamento aqueceu a economia local e alegrou, além dos servidores que após oito anos voltaram a receber em dia e de forma antecipada, os pequenos comerciantes, que estão constatando um crescimento considerável de suas vendas.

O prefeito Manoel Junior afirma que a medida é uma demonstração de respeito e reconhecimento ao trabalho que vem sendo executado por todos os servidores na construção de uma cidade mais justa e desenvolvida. Aliás, ele lembrou que no mês de janeiro foi o primeiro prefeito da Paraíba a anunciar o calendário anual de pagamento dos servidores públicos municipais.

“Na minha gestão os servidores estão recebendo os salários dentro do mês trabalhado e até de forma antecipada, como acontece agora com a primeira parcela do 13º e o mês de junho. Essas medidas mostram o quanto valorizamos aqueles que se dedicam diariamente para construir um novo tempo para Pedras de Fogo”, ressaltou.

Manoel Junior ressalta a importância da iniciativa de antecipar a primeira parcela do décimo e programar os pagamentos para o aquecimento de todos os setores da economia local, principalmente durante este momento de grave crise financeira gerada pela pandemia do novo coronavírus (Codiv-19).

“Sem dúvida nenhuma, essa programação é uma conquista do servidor público e do comércio local, daqueles que transacionam com os funcionários da ativa, inativos e pensionistas. Que Deus possa nos iluminar nessa caminhada, por que essa é uma vitória do povo e, principalmente, da qualidade dos serviços prestados a população. Estou muito feliz de hoje ver nosso comércio em pleno vapor”, disse.

211 visualizações0 comentário