• Judivan Gomes

João Azevêdo acompanha início de vacinação das forças de Segurança e anuncia chegada de novas doses




O governador João Azevêdo esteve, nesta quinta-feira (8), no Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar, em João Pessoa, onde acompanhou o início da vacinação das Forças de Segurança Pública da Paraíba. O chefe do Executivo estadual foi defensor da inclusão dos profissionais na “prioridade das prioridades” do Plano Nacional de Imunização (PNI) e anunciou que novas vacinas chegarão ainda hoje ao estado para seguir com a vacinação dos profissionais. Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou a importância de garantir a imunização dos profissionais que exercem um trabalho fundamental no enfrentamento da pandemia. “Esse momento de enfrentamento da pandemia exige do governo a tomada de decisão sobre aplicação das medidas protetivas e quem atua no cumprimento dessas ações são as forças de Segurança que também trabalham no resgate, salvamento e transporte de pessoas com Covid-19. Nós fizemos essa reivindicação junto ao Ministério da Saúde que compreendeu a necessidade dessa ação e iniciamos com muita satisfação essa fase a partir de hoje, data em que chegarão mais 796 doses de vacinas para atender esse público e o nosso objetivo é de que todos sejam vacinados porque precisamos proteger a nossa população”, frisou. Ele também agradeceu a atuação das Forças de Segurança no combate à Covid-19. “Esse também é um momento de reconhecimento por todo trabalho que vem sendo feito desde o primeiro dia que estamos nesse enfrentamento e asseguramos a todos os policiais militares que a vacina vai chegar e vamos vencer essa guerra com o apoio desses valorosos profissionais”, acrescentou. O secretário de Estado da Segurança Pública, Jean Nunes, enalteceu a atuação do governador João Azevêdo para garantir a vacinação dos profissionais da Segurança que terão mais tranquilidade para exercer suas funções. “O governador se empenhou muito para que chegasse esse momento de vacinação das forças de Segurança e nós buscamos muito esse caminho para iniciar o processo de imunização dos policiais civis, militares, penais, federais, rodoviários e bombeiros para que a gente possa dar mais tranquilidade no trabalho, considerando que a Saúde e a Segurança estão na linha de frente do combate à Covid-19. Nós também procuramos descentralizar a vacinação para contemplar os nossos profissionais de todo o estado envolvidos na operação Previna-se, em resgates e salvamentos. Além de João Pessoa, Campina Grande, Patos e Sousa deveremos abrir mais locais de vacinação, avançando mais ainda”, frisou. O secretário de Estado da Administração Penitenciária, Sérgio Fonseca, agradeceu a sensibilidade da gestão estadual. “Essa foi uma grande iniciativa do governador de defender a priorização da Segurança Pública e o sistema prisional porque são pessoas que realmente estão na linha de frente do combate à Covid-19. Nós temos o grupo de custódia hospitalar, dentro do sistema prisional, que trabalha diretamente com reeducandos que estão com casos confirmados do vírus, levando medicação e alimentação para eles e muitos já adoeceram”, pontuou. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, destacou que a iniciativa é fundamental para o pleno funcionamento da ordem pública. “Esse é um gesto humanitário do governador João Azevêdo para os policiais militares que estão na ativa. O governo está cuidando de quem cuida das pessoas e coloca em risco as suas vidas porque esses profissionais atendem o inusitado, prendem mais de 100 pessoas por dia e conduzem mais de 14 mil pessoas por ano às delegacias. Nós só temos a agradecer essa iniciativa fundamental de prevenção contra um vírus invisível que tem nos atormentado e sentimos a convicção de que estamos protegidos pelo Governo do Estado e pelos cidadãos que concordam plenamente em proteger de quem cuida deles”, afirmou. “Esse é um momento muito importante para todos que fazem parte da Segurança Pública e os nossos socorristas do Corpo de Bombeiros têm atuado há mais de um ano nesse enfrentamento da pandemia e serão protegidos e continuarão realizando suas missões dentro da competência deles e nós agradecemos ao Governo do Estado por iniciar essa vacinação”, destacou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Marcelo Araújo. Há 30 anos na Polícia Militar, o sargento Gilmar Maia, que atua no Regimento de Polícia Montada em nove comunidades dos bairros Cristo Redentor e Rangel, foi o primeiro a ser vacinado. “Graças a Deus, começou a vacinação. Nós atuamos diretamente com a população, estamos nas ruas todos os dias e somos mais passivos de contrair o vírus e ao ser vacinado senti a sensação de alívio”, comentou. O sargento Humberto, que atua no Sétimo Batalhão, também celebrou a vacinação. “Esse é um momento de esperança para vencermos esse vírus porque sem a vacinação não tem como superá-lo. Agora a gente vai poder oferecer segurança com segurança”, falou. A vacinação dos militares acontece em quatro polos, sempre em unidades do Corpo de Bombeiros Militar: em João Pessoa, na sede do Comando Geral; em Campina Grande, na sede do 2º Comando Regional; em Patos, na sede do 3º Comando Regional; e em Sousa na sede do 6º Batalhão. Estão sendo imunizados os profissionais com idade igual ou menor que 59 anos, atendidos em sistema de drive-thru, e que estão sendo convocados por seus respectivos órgãos. Neste primeiro momento, serão imunizados os trabalhadores envolvidos no atendimento e transporte de pacientes, em resgates e atendimento pré-hospitalar, nas ações diretas de vacinação contra a Covid-19 e na vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independente da categoria. Os demais trabalhadores da Segurança Pública que não se enquadrarem nestas atividades deverão ser vacinados de acordo com o andamento da campanha nacional de vacinação.

Secom-PB

77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo