• Judivan Gomes

Famup é a primeira federação de municípios do País a aderir a processos eletrônicos




A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) é a primeira federação das associações de municípios do Nordeste a aderir a processos eletrônicos para garantir serviços e atendimentos unificados e eficientes. Em parceria com nove Associações de Municípios do estado da Paraíba, a Famup vai utilizar a tramitação eletrônica de processos, reduzindo a utilização de papel e aumentando a agilidade no recebimento e resposta de demandas.

A Famup tem como objetivo fortalecer continuamente a gestão das cidades paraibanas e disponibilizar serviços e soluções para facilitar o dia a dia dos gestores públicos. O presidente da entidade, George Coelho, explicou que com o propósito de incentivar a inovação, a eficiência e a agilidade no fluxo de trabalho interno e no atendimento das demandas dos municípios, a Federação está promovendo a digitalização dos serviços prestados.

O projeto começará a operar este mês e será feito em parceria com a empresa 1Doc e a Govtech, especialista em atendimento, comunicação e gestão documental para órgãos públicos. “Com esse projeto pretendemos agilizar e facilitar o contato com os prefeitos paraibanos. Além disso, fazemos a nossa parte no que se refere à redução da utilização de papel e de impressão, colaborando com a preservação do meio ambiente”, ressaltou George Coelho.

De acordo com ele, o projeto faz parte de um movimento inevitável: a transformação digital que existe para simplificar, conectar e facilitar a vida das pessoas. Ele destacou ainda que autorizar processos traz benefícios para todas as partes, poupa tempo, aumenta a produtividade e economiza recursos humanos, naturais e financeiros.


Vantagens – Adoção de processos digitais preserva o isolamento social e possibilita rastreabilidade de ponta a ponta, nada é perdido ou extraviado, os envolvidos nos processos terão acesso a todas as informações, leituras, despachos e recebem notificações automáticas de cada atualização. Além disso, a 1Doc atende e unifica qualquer nome ou tipo de processo dentro da plataforma, seja: intimação, ouvidoria, protocolo, licenciamento ambiental, alvará digital, viabilidade de construção ou qualquer outro.


Com o 1Doc, as informações para a resolução das demandas e tomada de decisão ficam integradas e disponíveis para todos os envolvidos. A meta é que a plataforma centralize as informações possibilitando transparência, agilidade e uniformização dos processos podendo ser definidos por workflow. Ainda será possível gerenciar demandas como compras, patrimônio, recursos humanos, comunicação interna e assinar documentos digitalmente. Além disso, os municípios e associações de municípios podem abrir suas demandas on-line, 24 horas por dia, sem lentidão, otimizando tempo.

Gestões digitais – Na Paraíba e no Nordeste, a plataforma trouxe resultados de economia de tempo e recursos financeiros em dezenas de entidades, como Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba (OAB-PB), Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep) e PBGÁS.

A Prefeitura municipal de Campina Grande, que também aderiu ao sistema, por exemplo, reduziu em dez vezes o tempo médio para aprovação de uma concessão de licença prêmio. O Executivo Estadual de Aracaju se tornou a primeira capital 100% digital do Brasil e, em 20 meses, poupou mais de R$ 1,5 milhão com impressões de papel. Também as prefeituras de Petrolina e Caruaru unificaram e digitalizaram seus serviços, atendimentos, documentos, assinaturas e comunicação.

61 visualizações0 comentário