top of page
  • Foto do escritorJudivan Gomes

Ex-governador José Maranhão pode ser homenageado na denominação do antigo aeroclube

Milanez Neto (PV) ainda solicitou ação conjunta entre governo e prefeitura para acabar a situação de tráfico de drogas na orla da capital paraibana, principalmente na região próxima ao Hotel Tambaú





Na sessão ordinária da Câmara Municipal de João Pessoa desta terça-feira (14), o vereador Milanez Neto (PV) pediu apoio para aprovação de uma homenagem ao ex-governador da Paraíba José Targino Maranhão. Ele ainda solicitou ação conjunta entre governo e prefeitura para acabar a situação de tráfico de drogas na orla da capital paraibana, principalmente na região próxima ao Hotel Tambaú.

“Nesta manhã, quero pedir ajuda aos colegas vereadores para aprovação de uma homenagem que estou fazendo ao saudoso ex-governador José Targino Maranhão. Essa será uma das homenagens mais justas que esta Casa poderá realizar dando o nome de José Targino Maranhão ao antigo aeroclube que vai se transformar em um parque da nossa cidade. Maranhão dedicou sua vida àquele espaço, voou e ensinou pessoas a voar ali. Esta Casa fará justiça a um dos maiores políticos desse estado que nunca respondeu a qualquer denúncia de desonestidade. Que possamos aprovar com maior brevidade possível”, ensejou o vereador.

Milanez Neto ressaltou a falta de memória da população e questionou porque até hoje os políticos Wilson Braga e Lúcia Braga não forma homenageados e reverenciados pela dedicação à política. “Wilson e Lúcia Braga dedicaram suas vidas à nossa política e deixaram um legado que poucos hoje deixarão”, afirmou.

Segurança – “Outra questão que quero abordar é a segurança pública. Tenho um carinho grande pelo secretário de Segurança Pública da Paraíba, Jean Francisco, que trabalha com compromisso e humildade. Precisamos atentar para como se encontra a orla de nossa cidade, principalmente na região do Hotel Tambaú onde ocorre venda de drogas e sexo à luz do dia”, alertou. Ele revelou que presenciou a abordagem de policiais a dois motoqueiros que estariam vendendo drogas na região e asseverou: “É necessária uma medida séria, dura e enérgica. João Pessoa é tida como uma das capitais mais seguras do país. É inadmissível ver o desmantelo em um dos principais cartões postais de nossa cidade”.

Milanez Neto pediu ao prefeito Cícero Lucena uma providência em relação ao Hotel Tambaú, que é um dos símbolos da cidade, e encontra-se fechado e com tapumes, gerando uma situação de insegurança e desconforto na área, pois poderá ser utilizada para práticas sexuais e uso de drogas.

“Naquela área que abrange o Hotel Tambaú, a Feirinha, a PBTUR, o Mercado de Artesanato e o Mercado Público existem cerca de 250 pessoas vivendo de forma desumana com o tráfico de drogas tomando conta da região. Faço um apelo às Secretarias de Desenvolvimento Humano e aos órgãos de Segurança Pública para tomarem providências urgentes para que João Pessoa não perca a posição de cidade tranquila, pacata, ordeira e cordata. É algo que vai envolver Ação Social, Saúde Pública, Segurança, Conselho Tutelar, Ministério Público, Educação. Precisa ser feito um trabalho coletivo de governo e de prefeitura para que a gente possa ajudar a salvar vidas”, reverberou. Ele ainda afirmou que existe situação análoga em casas abandonadas na Rua Capitão José Pessoa, em Jaguaribe e na Praça dos Três Poderes, no Centro da cidade.

Em aparte, os vereadores Coronel Sobreira (MDB), Tarcísio Jardim (PP) e Professor Gabriel (Avante) corroboraram com as palavras de Milanez Neto e ressaltaram a necessidade de ações voltadas ao resgate da vida dos dependentes químicos, dando-lhes expectativa de futuro melhor.


0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page