top of page
  • Foto do escritorJudivan Gomes

CMJP debate autismo e o acesso à educação e concede honrarias

O diretor executivo da Funjope Marcus Alves e o empresário Antonio Mandarrari vão ser homenageados com Título de Cidadão Pessoense




A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) vai debater o transtorno do espectro autista e o acesso à educação. Ainda na semana de 10 a 14 de abril, o Legislativo Pessoense vai conceder cidadania pessoense ao diretor executivo da Funjope Antônio Marcus Alves de Souza e ao empresário Antonio Amancio do Nascimento Neto, conhecido como Antonio Mandarrari. Os eventos vão acontecer no plenário Senador Humberto Lucena, na Casa Napoleão Laureano.


Na segunda-feira (10), às 14h, acontece uma Sessão Especial em alusão ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado dia 2 de abril, proposta pela vereadora Eliza Virgínia (PP). Na ocasião, será discutido o acesso das pessoas com o espectro à educação. “A discussão e a conscientização sobre a inclusão dos alunos autistas na educação é fundamental para garantir o direito à educação e o desenvolvimento dessas pessoas, bem como para a construção de uma sociedade mais justa e inclusiva”, justificou Eliza Virgínia.


Às 14h30 da quarta-feira (12), o diretor executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), o sociólogo, escritor e jornalista, natural de Gurinhém-PB, Antônio Marcus Alves recebe o Título de Cidadão Pessoense, durante Sessão Solene proposta pelo vereador Bruno Farias (Cidadania). A honraria foi proposta pelo vereador licenciado Zezinho Botafogo (PSB).


Já na sexta-feira, às 9h30, o empresário Antonio Amancio do Nascimento, conhecido como Antonio Mandarrari, natural da cidade de Tietê-SP, recebe cidadania pessoense durante Sessão Solene proposta pelo presidente da CMJP, vereador Dinho Dowsley (Avante).






159 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page