• Judivan Gomes

Campanha pelo uso de máscara feita pela TV Cultura aponta mau exemplo de Bolsonaro


A TV Culturatem veiculado uma campanha pelo uso de máscaras em sua programação. Com uma série de retratos de líderes mundiais, inicialmente do passado, e agora com os do presente, a emissora destaca uma série de personalidades.


Abrindo com a frase “O que eles fizeram mudou a história”, o filme mostra nomes como Mahatma Gandhi, Osama Bin Laden, Albert Einstein, Adolf Hitler, Madre Tereza de Calcutá e Nelson Mandela.

Logo após, entram as figuras contemporâneas sob a frase: “O que eles fizeram muda a nossa história”, que serve à rainha Elizabeth, com a máscara devidamente colocada sobre o rosto. Na contramão da rainha, Donald Trump surge com a máscara fora do “local indicado”. Joe Biden, atual presidente dos EUA, aparece usando máscara.

Finalmente, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, aparece com uma máscara despencada na orelha. Um anônimo, então, surge na cena sob outra frase: “Faça história: Use máscara”.



A crítica da emissora mostra que o exemplo do chefe de Estado brasileiro não é um dos melhores se comparado aos demais líderes. Acusado de ser negacionista, Bolsonaro adotou uma postura distinta da adotada por vários líderes da maioria dos países que vêm combatendo a Covid-19 por meio das orientações da Organização Mundial de Saúde.


RD1

17 visualizações0 comentário