top of page
  • Foto do escritorJudivan Gomes

Cícero Lucena autoriza pavimentação de 27 ruas do Alto do Mateus e destaca avanço do programa da Prefeitura em todos os bairros




A Rua Ari Barroso, no Alto do Mateus, com quase 900 metros de extensão em forma de declives e terrenos acidentados, se apresenta como um verdadeiro desafio de engenharia no tocante a calçamento. Mas, nesta sexta-feira (19), o prefeito Cícero Lucena autorizou o início das obras nessa via e em mais 26 outras ruas do bairro e reafirmou o compromisso do programa de pavimentação chegar em todos os bairros da Capital, oferecendo o mesmo padrão de qualidade e infraestrutura completa.

São 336 ruas já inauguradas, com calçadas padronizadas, drenagem, piso tátil e acessibilidade, que estão dando melhores condições de mobilidade aos moradores, que podem transitar com segurança, enfrentar o período chuvoso e ter mais conforto no verão. Mais de 600 ruas também estão na programação, com obras em andamento, contratadas, em projeto ou licitação. A meta da gestão municipal é atingir 1.500 ruas até o final do ano.

“Respeitando a inclusão, buscando que o cadeirante possa se deslocar, que o deficiente visual também tenha o seu piso tátil para se guiar, plantando árvores nas ruas, ou seja, valorizando os imóveis e melhorando a qualidade de vida. Então, é um motivo de muita alegria esse bairro, que tinha mais de 112 ruas não pavimentadas, já estamos atingindo a metade e eu tenho fé em Deus que eu poderei um dia dizer que o Alto do Mateus está 100% pavimentado”, afirmou o prefeito, que além das 27 ruas dadas ordem de serviço, acolheu a solicitação dos moradores para que outras três recebam projetos.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Rubens Falcão, com a autorização das 28 ruas nesta sexta-feira, o Alto do Mateus agora conta com 58 vias no programa de pavimentação, contando com as já executadas. Ele ainda explicou que o bairro, em quase sua totalidade, possui uma topografia complexa, mas a gestão municipal está encarando o desafio de realizar as obras.

“A Rua Ari Barroso, como nós estamos vendo aqui, uma topografia altamente acidentada, uma rua com quase um quilômetro de extensão, e nós gostamos desse desafio, de enfrentar, trazer a solução, porque os moradores sofrem muito com os problemas decorrentes. Então, vamos enfrentar, vamos trazer a solução”, garantiu o secretário.

Entre os moradores, a professora Severina Coelho de Castro, disse não acreditar que a Prefeitura está dando uma solução para a Rua Ari Barroso, devido sua característica enladeirada, com buracos e esquecida por muito tempo. “Moro no bairro há 40 anos. Aqui, nem carro passa direito, é difícil acreditar que esse sofrimento vai acabar. Realmente a Prefeitura está chegando aqui para mudar nossa realidade para melhor”, comemorou.

Confira a relação das ruas, nesta ordem de serviço, que tem investimento de R$ 4,4 milhões:

José Carneiro de Lucena, trechos 1 e 2; rua sem nome, entre a Oswaldo Coutinho e Hercília de Oliveira Sampaio; Ernani Maria de Oliveira; projetada Q. Trinta; João Cândido Batista; Antônio Alves de Lima; José Gomes Varela; Clotilde Torres; Clidenor Mário da Silva; Emília Figueiredo da Silva; Severino Xavier da Silva; José Régis de Oliveira; Geraldo Carneiro; Joaquim Lucas da Silva; Compositor Ari Barroso e as demais sem nome.


3 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page