top of page
  • Foto do escritorJudivan Gomes

Cícero afirma que Centro Integrado da Justiça Social vai aproximar povo dos serviços de cidadania




O prefeito Cícero Lucena disse que o Centro Integrado da Justiça Social (Cijus), inaugurado nesta segunda-feira (30), vai aproximar a população da Capital a mais serviços de cidadania, sobretudo os mais vulneráveis. O equipamento do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (TRT-PB) vai ofertar, em um único ambiente, uma série de serviços sociais em parceria com várias instituições, como a Prefeitura de João Pessoa, que terá uma unidade do Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine-JP).


“Eu acredito muito na força desse trabalho e vejo, aqui, algo que vai se buscar primeiro a proximidade daqueles que precisam do nosso trabalho e da nossa ação, que precisam do nosso olhar, do nosso esforço, da nossa competência, mas mais do que isso, da nossa vontade de fazer o bem. Desde o primeiro instante que conversamos com o TRT que eu coloquei a Prefeitura à disposição. Com o trabalho de todos os parceiros envolvidos nessa causa, vamos colaborar para termos uma cidade mais justa, mais humana e mais solidária”, disse o prefeito.


Fundamentado nos princípios dos direitos humanos e da justiça social, o equipamento começa a atender a população na próxima semana, com um trabalho em rede, possibilitando a integração de diferentes serviços. O objetivo é auxiliar as pessoas no encaminhamento de diferentes demandas referentes aos direitos trabalhistas e sociais, desde a reinserção no mercado de trabalho, por meio da oferta de capacitações, além do acolhimento e orientação jurídica, entre outras.


“Pensamos em fazer uma casa do trabalhador, mas ia ficar restrita ao atendimento da Justiça de Trabalho. Pensamos, em seguida, em ampliar o nome e transformar no Centro Integrado de Justiça Social. E a partir daí fomos buscar parceiros e instituições que pudessem compor esse centro. Todos que procuramos adoraram a ideia, alguns não puderam estar aqui nesse primeiro momento e certamente estarão logo em seguida, se impossível”, afirmou o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (13ª Região), Thiago Oliveira Andrade.


Além da Prefeitura, outras instituições parceiras terão serviços no Cijus, como o Ministério Público do Trabalho (MPT-PB); Defensoria Pública do Estado; Federação do Comércio de Bens e de Serviços (Fecomércio) por meio do Senac; Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), por meio do Senai; Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/PB); Secretaria de Estado da Mulher e Diversidade Humana (SEMDH) e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH).


“A Prefeitura, inicialmente, chega a esse espaço integrado com o serviço do Sine-JP. Mas estaremos, também, levando aos trabalhadores, e principalmente as pessoas que estão em situação social das mais variadas possibilidades, o acesso ao crédito através do ‘Eu Posso’, programa de crédito com qualificação voltada ao fomento do empreendedorismo”, explicou a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de João Pessoa (Sedest), Vaulene Rodrigues.


2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page