• Judivan Gomes

Câmara vai debater o PCCR da Guarda Municipal Metropolitana

O Legislativo pessoense também vai discutir a Campanha da Fraternidade 2022 e o ‘Controle Social na Gestão do Planejamento Urbano’






Nesta segunda-feira (28), a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) vai debater o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da Guarda Municipal Civil Metropolitana (GCM). A sessão especial, que acontece no plenário Senador Humberto Lucena, a partir das 14h, foi proposta pelo vereador Tarcísio Jardim (Patriota).

O propositor da discussão pretende que o Secretário de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), o ex-vereador João Almeida esteja presente para debater o tema com os parlamentares e a população. “A Guarda Civil Metropolitana (GCM) tem por função legal o zelo pelo patrimônio público municipal e, igualmente, integra atribuição auxiliar das forças de segurança pública, de modo que sua atuação é primordial para o controle e manutenção da incolumidade dos prédios e monumentos públicos, controlando, por efeito reflexo, a ordem social pessoense. Percebe-se a importância e necessidade de melhorias no que tange ao aparelhamento e, não menos importante, na assuntos da carreira (cargos e remuneração), sendo imperiosa a discussão e possibilidade de concretização desse intento”, defendeu Tarcísio Jardim.

Nesta semana, o plenário da CMJP ainda terá as tardes movimentadas com a realização de mais duas sessões especiais, sempre a partir das 14h.

Na terça-feira (29), será debatida a Campanha da Fraternidade 2022 lançada pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que tem como tema ‘Fraternidade e Educação’, cujo lema é ‘Fala com Sabedoria, ensina com amor’. O propositor do debate, vereador Carlão (Patriota) destaca que o texto base da campanha apresenta o seguinte texto base: promover diálogos a partir da realidade educativa do Brasil, à luz da fé cristã, propondo caminhos em favor do humanismo integral e solidário. “Temos que debater com profundidade a Educação, os valores cristãos, trazendo a família para esses debates, a fim de evitar situações graves com a que aconteceu no Município de Patos, onde o filho matou a mãe, o irmão e deixou o pai tetraplégico”, justificou, fazendo referência a uma tragédia registrada no sertão paraibano no sábado, 20 de março.

A última sessão especial da semana, que foi proposta pelo vereador Marcos Henriques (PT), acontece na quarta-feira (30), para debater o ‘Controle Social na Gestão do Planejamento Urbano’. “É necessário debater com a população, com organizações sociais, sindicatos e outros organismos, bem como com a sociedade, a gestão democrática da política de planejamento e desenvolvimento urbano na cidade de João Pessoa. Isso se deve também à necessidade de debater com a sociedade os diversos instrumentos que estão em discussão na cidade, tais como Plano Diretor; Plano de Mobilidade Urbana”, argumentou Marcos Henriques.


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo