• Judivan Gomes

Bullying é o tema do ‘Câmara Jovem’ desta quarta-feira (30)

O programa começa a partir das 19h30, com exibição pela Tv Câmara JP (canal 63.1) e no canal do YouTube da emissora (/tvcamarajp)




No programa Câmara Jovem desta quarta-feira (30), a jornalista Suely Gonçalves conversa sobre bullying com quatro jovens alunos e uma psicopedagoga. O programa começa a partir das 19h30, com exibição pela Tv Câmara JP (canal aberto digital 6.2) e no canal do YouTube da emissora (/tvcamarajp).

As estudantes Mariah Yohana, Nycolas D’Leon, Gabriely Medeiros e Eliria Nunes e a psicopedagoga Gerlane Gouveia falam sobre o bullying dentro da escola e as consequências que acabam sendo levadas para os relacionamentos sociais e para a vida inteira.

“Entre os quatro jovens, um sofreu bullying e os outros três presenciaram ações com outros alunos. Eles compartilham suas experiências e ouvem as dicas da psicopedagoga. Já Gerlane Gouveia dá alguns direcionamentos de como os amigos podem auxiliar e qual a postura da escola e da família nessas situações”, adiantou Suely Gonçalves.

Bully =>Bullying

A palavra bullying é derivada do termo em inglês Bully, que significa tirano, brigão ou valentão. Refere-se a atos violentos, intencionais e repetitivos, contra uma pessoa indefesa, principalmente crianças e adolescentes, podendo causar danos físicos e psicológicos às vítimas. Embora possa acontecer em qualquer ambiente social, esta forma de bullying ocorre com bastante frequência em ambientes escolares e, na maioria das vezes, as vítimas se sentem envergonhadas ou inseguras em denunciar.

Mais recentemente, com o avanço da tecnologia o bullying também pode ser representado no meio virtual. Neste caso é denominado cyberbullying e ocorre por meio de veiculação de fotografias, vídeos ou áudios na web, como por exemplo as redes sociais, acompanhados por conteúdos de insulto, humilhação e violência psicológica que provocam intimidação e constrangimento dos envolvidos.

CMJP debate e produz leis sobre o tema

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) por diversas vezes já discutiu o tema em sessão especial ou audiência pública, além de propor normas sobre o assunto, a exemplo das seguintes leis: a 11.381/2008, que cria o Programa de Combate ao Bullying, de ação interdisciplinar e de participação comunitária, nas escolas públicas da cidade e a 13.240/2016, que institui o ‘Dia Municipal de Combate ao Bullying e à Violência na Escola’ a ser marcado anualmente em 7 de abril, ambas, do vereador Zezinho Botafogo (Cidadania); a 14.203/ 2021, que implementa, em caráter permanente, a campanha de combate ao bullying infantil e à pedofilia nos veículos utilizados no transporte de estudantes no âmbito do município de João Pessoa, uma propositura do vereador Milanez Neto (PV).

2 visualizações0 comentário