• Judivan Gomes

Bolsonaro diz que haverá “novidade” sobre preço de combustíveis nesta semana


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 3ª feira (16.fev.2021) que terá novidades a respeito do preço dos combustíveis ainda nesta semana. O tema está na mira do governo por conta de ameaças de paralisação por parte dos caminhoneiros no começo de fevereiro.


[Estamos] dando uma relaxada, mas tem trabalho. Não falta trabalho. Continuamos discutindo a questão do combustível. Tem novidade essa semana com toda certeza, espero ter novidade boa”, afirmou durante passeio em uma praia de São Francisco do Sul (SC), onde passa o Carnaval.

Na 6ª feira (12.fev), o presidente encaminhou ao Congresso Nacional um PLP (projeto de lei complementar) que modifica a cobrança do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) que incide sobre o preço dos combustíveis. O texto precisará da aprovação dos congressistas e indica que, além dos Estados e do Distrito Federal, o Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) definirá as alíquotas do ICMS.

Receba a newsletter do Poder360 todos os dias no seu e-mail

Ainda de acordo com a proposta do governo, o imposto caberá ao Estado de destino onde ocorrer o consumo do combustível. Caso haja aumento no valor do tributo, a nova cobrança vigorará depois de 90 dias.

A medida foi uma das anunciadas pelo presidente depois de discutir a composição do preço dos combustíveis com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco. Na ocasião, o ministro Paulo Guedes (Economia) afirmou que seguem os estudos para a diminuição do imposto federal que incide sobre os combustíveis, o PIS/Cofins.

A ideia é que a compensação venha do próprio combustível, conforme o aumento da demanda. “Nós podemos usar esse aumento de arrecadação para aliviar”, disse. Atualmente, a cobrança do imposto é fixada em R$ 0,35 por litro. Na fala desta 3ª feira (16.fev), no entanto, o presidente não especificou se a “novidade” diz respeito a essa iniciativa.

COMITIVA PARA ISRAEL & SPRAY ANTICOVID

O presidente afirmou ainda que uma comitiva brasileira deve ir a Israel para acompanhar testes de um spray experimental contra o câncer que é desenvolvido pelo país do Oriente Médio e que pode ser eficaz no tratamento da covid-19.

O medicamento ficou conhecido depois que pesquisadores do Ichilov Hospital, em Tel Aviv, Israel, afirmaram que a substância foi eficiente no tratamento contra a covid em 29 de 30 pacientes. Os cientistas disseram que o remédio, desenvolvido por Nadir Arber, do Centro Integrado de Prevenção do Câncer, seria capaz de curar os enfermos em 5 dias.

No entanto, o estudo conduzido em Israel foi preliminar e não comparou a droga a um placebo. Também não esclareceu a idade dos envolvidos no experimento.

A aposta no medicamento se dá ao mesmo tempo em que várias cidades anunciam a suspensão da vacinação contra covid-19 –cuja eficiência é comprovada– por falta de doses. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), anunciou na 2ª feira (15.fev) que só tinha doses para mais um dia. Bolsonaro não comentou o assunto.

30 visualizações0 comentário