top of page
  • Foto do escritorJudivan Gomes

ACS entram em greve na cidade de Bayeux, e pré-candidato se solidariza com categoria




O município de Bayeux vai de mal a pior, isso é fato. A prefeita a um passo de ser casada pelo TRE e o cidadão e o funcionalismo sofrendo. A coisa tá tão braba, que as categorias pouco a pouco vão aderindo as greves, como forma de terem seus direitos respeitados.

“É lamentável que o movimento paredista seja a única opção. Mais uma vez os profissionais agentes comunitários de saúde e de combate às endemias do nosso Município terem que paralisar suas atividades por tempo indeterminado, pelo fato de não terem recebido o pagamento do incentivo adicional , acordado entre gestão e categoria para ser repassado na folha de Junho”, lamentou o pré-candidato a prefeito da cidade Glicélio Feitosa, que se colocou a disposição dos ACS.

Continua depois da Publicidade

Em assembleia geral os profissionais deflagram greve desde ontem , dia 13, e será mantido o contigente previsto em legislação.

“O que estão fazendo com estes profissionais não se faz, sempre estivemos abertos ao diálogo e sempre estaremos, mas estes cerca de 250 companheiros não aguentam mais serem tratados desta forma pela atual gestão. Vamos resistir !LUCIENE PAGUE O INCENTIVO !”, diz trecho do manifesto distribuído pelo Sindicato da categoria.

1 visualização0 comentário

Comentários


bottom of page